Homens-bomba invadem ministério iraquiano e deixam 18 mortos

Homens-bomba invadem ministério iraquiano e deixam 18 mortos

30 jan 2014

15mar2003---dez-anos-da-guerra-do-iraque-1363384772457_956x500

Seis homens-bomba invadiram um prédio ministerial iraquiano, fizeram reféns e deixaram pelo menos 18 mortos, incluindo eles mesmos, antes das forças de segurança conseguirem retomar o controle do local nesta quinta-feira (30), disse uma autoridade.

O ataque ao edifício que pertence ao Ministério do Transporte, no norte de Bagdá, coincide com um confronto entre o Exército iraquiano e militantes contrários ao governo na província de Anbar, que já dura um mês.

Uma fonte de segurança disse que seis militantes fizeram diversas pessoas reféns e mataram quatro delas dentro do prédio, que já foi usado para recepcionar delegações visitantes. Não ficou imediatamente claro onde morreram as outras oito vítimas.

Nenhum grupo assumiu responsabilidade pelo ataque, mas edifícios estatais são um alvo comum para insurgentes islâmicos sunitas, que têm acumulado força em uma campanha para desestabilizar o governo liderado pelos muçulmanos xiitas.

Mais de mil pessoas foram mortas pela violência espalhada por todo Iraque desde o início do ano, quando militantes tomaram o controle de duas cidades na província de Anbar, dominada pelos sunitas, na fronteira com a Síria.

O primeiro-ministro xiita, Nuri al-Maliki, tem solicitado apoio internacional e armas para ajudar no combate à Al Qaeda, que tem se fortalecido com a guerra civil na vizinha Síria, onde também atua.

(Reportagem de Suadad al-Salhy/Reuters)

 

Comentários