No RJ, avô é preso por estuprar e matar a neta, de 7 meses

No RJ, avô é preso por estuprar e matar a neta, de 7 meses

Depoimento da mãe da criança foi fundamental para desvendar o caso. Ela revelou que foi abusada pelo próprio pai quando tinha 12 anos
17 fev 2017

Policiais da 58ª DP (Posse) prenderam em flagrante, na madrugada desta quinta, um homem de 52 anos acusado de abusar sexualmente da própria neta, um bebê de apenas 7 meses. A menina morreu na noite de quarta-feira após dar entrada no Hospital Geral de Nova Iguaçu. O laudo da perícia constatou uma lesão (rompimento e ferida) no ânus da criança.

A unidade de saúde comunicou o fato para a distrital, logo ao tomar conhecimento do resultado da morte. Agentes começaram a ouvir os familiares do bebê. Segundo o delegado Adriano Firmo França, titular da 58ª DP, o depoimento da mãe da criança foi fundamental para desvendar o caso. Ela revelou que foi abusada pelo próprio pai quando tinha 12 anos.

Em seguida, inspetores da 58ª DP foram até a casa do acusado, no bairro Rancho Novo, onde levaram o avô da menina para prestar depoimento. De acordo com o responsável pela distrital, o acusado confessou o crime contra a filha. No entanto, negou ter abusado da própria neta.

“Ficou comprovado que ele estava com a neta na hora do abuso, além do seu histórico de abusos, aliado ao histórico hospitalar e ao laudo. A soma desses indícios foi suficiente para formar a convicção”, afirmou o delegado, que fez a autuação em flagrante por estupro de vulnerável, com resultado de morte.

Sobre a filha, o acusado disse que ficava excitado quando a via, ainda menina, mantendo relações sexuais com o namorado e, depois, abusava da garota.

Via O Dia
Comentários