Saiba como hackers atacaram sites da Folha e UOL com conteúdo pornô

Saiba como hackers atacaram sites da Folha e UOL com conteúdo pornô

Ataque aconteceu na madrugada desta sexta-feira (6); páginas eram redirecionadas a portal de pornografia
7 jan 2017

O jornal Folha de S. Paulo se pronunciou sobre o ataque hacker que sofreu na madrugada desta sexta-feira (6).

Ao acessar as páginas do jornal e do UOL, usuários acabam redirecionados ao portal de pornografia Redtube ou encontravam um aviso de página indisponível. O ataque aconteceu entre as 2h50 e as 4h, aproximadamente.

A intervenção aconteceu conexão entre os aparelhos dos usuários (celulares, desktops, etc) e os servidores do UOL.

Os hackers alteraram o DNS (em português, Sistema de Nomes de Domínios), serviço que ‘traduz’ o endereço do site (por exemplo, folha.com.br) para um IP (Internet Protocol), código que os computadores utilizam para encontrar a página.

Mesmo depois da normalização do problema, alguns leitores tiveram dificuldade para acessar as páginas. Isso acontece porque os servidores guardam informações em cache (um arquivo usado para tornar a navegação mais rápida), e a atualização pode levar até 24 horas.

Por causa do ataque, os termos ‘Redtube’, ‘Folha’ e ‘UOL’ entraram nos trending topics do Twitter.

Comentários