Sesc realiza Aldeia do Velho Chico de 1º a 11 de agosto

Sesc realiza Aldeia do Velho Chico de 1º a 11 de agosto

Entre as atrações musicais do festival estão as cantoras Alice Caymmi, Larissa Luz e o grupo Cordel do Fogo Encantado
13 jul 2018

A arte vai tomar conta das cidades de Petrolina e Lagoa Grande, em Pernambuco, e de Juazeiro, na Bahia, durante o mês de agosto. De 1º a 11 o Sesc Petrolina realiza a 14ª edição do Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco. A programação reúne mais de 100 artistas regionais e nacionais em shows musicais, espetáculos teatrais, dança, literatura, cinema e oficinas. Consolidado como importante projeto multicultural do Vale do São Francisco, o Aldeia é um desdobramento do Palco Giratório, maior projeto de artes cênicas em circulação no país.

Com o tema “#Sua Parte Parte de Você”, o Festival propõe uma reflexão sobre a política da arte e nas suas funções sociais, e a partir disso foram selecionados trabalhos voltados para o tema, assim como, artistas que são engajados politicamente abordando questões de gênero, questões étnicas, entre outras. “Outra questão cerne da curadoria é trazer aos públicos a ideia de que a política é construída e resignificada a partir da ação individual de cada um que se soma a de outros na coletividade, assim, chegamos ao tema #Sua Parte Parte de Você”, explica o instrutor de atividades artísticas do Sesc Petrolina, André Vitor Brandão. O tema apresenta propositalmente uma hashtag tendo, em vista que, no mundo virtual a hashtag funciona como lugar de ajuntamento, onde assuntos e pessoas podem ser agrupados e conectados. Soma-se a isso a questão de que recentemente a hashtag foi bastante utilizada como lugar de protesto e contestação.

A abertura acontece no dia 1º de agosto, a partir das 14h, com o tradicional cortejo Abre alas pro Velho Chico que parte do Sesc e vai percorrer as principais ruas do centro comercial da cidade. No mesmo horário, no hall do Teatro Dona Amélia, acontecerá o Painel Instantâneo de Fotografia. Ainda no teatro, às 15h, acontecerão as apresentações da Mostra Pedagógica de Artes Cênicas. Às 16h, o Boi Diamante (Arcoverde-PE), a Frevuca e Orquestra de Frevo (Petrolina-PE) tomam as ruas em um cortejo da cultura popular. A partir das 17h, a programação acontecerá no palco montado na Orla de Petrolina, com apresentações do Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro-BA), Reisado da Comunidade Quilombola da Mata de São José (Orocó-PE), Quadrilha Buscapé, Samba de Veio da Ilha do Massangano (Petrolina-PE), Reisado da Comunidade do Lambedor (Lagoa Grande), Quadrilha Encanto Nordestino e Tio Zé Bá (Petrolina). A noite de abertura será encerrada às 21h pelo grupo Cordel do Fogo Encantado (Arcoverde), em sua nova turnê: Viagem ao coração do Sol.

Até o dia 11 diversas atrações se revezarão para entreter e estimular o pensamento crítico. O Aldeia contará com espetáculos musicais com as cantoras Alice Caymmi (Rio de Janeiro), que se apresentará no dia 2, no Teatro Dona Amélia, e Larissa Luz (Salvador), que fará seu show no último dia do festival. Com apresentações em Petrolina, em Juazeiro e Lagoa Grande, a programação ainda contará com grandes apresentações de teatro, como “Farinha com açúcar – Ou sobre a sustança de meninos e homens”, do Coletivo Negro (São Paulo-SP), que integra o projeto Palco Giratório. As crianças também terão espaço na grade do Aldeia com espetáculos voltados especialmente para elas, como “Vento Forte para Água e Sabão”, da Cia Fiandeiros de Teatro (Recife).

As artes visuais também terão espaço garantido. No dia 2 de agosto, será aberta na Galeria de Artes Ana das Carrancas, às 19h, a exposição “A Gravura de Lasar Segall: poesia da linha e do corte” (São Paulo). Uma oportunidade imperdível para observar gravuras e xilogravuras originais de Segall. Já a tradicional Mostra Flutuante acontecerá no dia 8 de agosto, a partir das 14h, levando trabalhos de artes visuais a quem atravessar o rio São Francisco de barquinha em direção a Juazeiro.

O último dia do festival (11/8) começará às 16h, com a intensa programação do Virarte. Além da cantora Larissa Luz e do Coco das Irmãs Lopes (Arcoverde), o encerramento do festival contará com “Você é o que lê” com Gregório Duvivier, Maria Ribeiro (Rio de Janeiro) e Xico Sá (São Paulo), apresentações teatrais e de dança. Durante o Virarte, o Mercado Cultural vai funcionar no corredor do Sesc comercializando diversos produtos.
Toda a programação do Aldeia do Velho Chico é gratuita, com exceção dos espetáculos realizados no Teatro Dona Amélia, que terão ingressos vendidos a R$ 20 (Inteira) e R$ 10 (Meia). Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo têm desconto, pagando apenas R$ 5. Para o show de Alice Caymmi o ingresso custa R$ 40 (Inteira), R$ 20 (Meia) e R$10 (Trabalhadores do Comércio e dependentes).
Este ano, para ter acesso à programação do Virarte o público pode optar por pagar R$5 ou doar 1 Kg de alimento não perecível que será doado ao Banco de Alimentos do Sesc Petrolina. Um programa de responsabilidade social do Sesc que atua para diminuir o abismo da desigualdade social no país, minimizando os efeitos da fome e da desnutrição.

OFICINAS – Além da programação de espetáculos as ações formativas do festival são direcionadas para o público iniciante e também profissional. As oficinas de iniciação de dança e teatro são voltadas para públicos específicos, com inscrições que já estão encerradas e acontecerão de 23 a 30 de julho na Apae (Petrolina), na Associação de Mulheres Rendeiras (Petrolina), Ilha do Massangano (Petrolina); Espaço Filhos de Zaze (Juazeiro); EREMCC (Petrolina) e Cetepe (Lagoa Grande).

Para aqueles que têm alguma vivência com a arte ou são profissionais, estão com inscrições abertas no Sesc Petrolina (R. Pacífico da Luz, 618 – Centro) as turmas para oficinas de capacitação de canto, teatro, dança, literatura, performance e cinema, que serão realizadas de 2 a 10 de agosto. Para participar basta se inscrever por R$ 30 (Público em geral), R$ 15 (Estudante). Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo têm desconto, pagando R$ 10.

Comentários
PUBLICIDADE