Notícias

Governo libera licitações para operação de aeroportos, Serra Talhada fica na lista

Por: em 02/10/2019 às 18h13 atualizado em 02/10/2019 às 18h13

Um edital de chamamento público está aberto para apresentação de projetos, levantamentos, investigações e estudos técnicos que subsidiem a modelagem de concessão para expansão, exploração e manutenção dos aeródromos de Caruaru, Serra Talhada e do Arquipélago de Fernando de Noronha.

O documento foi lançado na última sexta-feira (27) por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) e da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), e pode ser encontrado na íntegra no site do Programa de Parcerias Estratégicas de Pernambuco, www.parcerias.pe.gov.br.

O objetivo com o edital é de estruturar os diferentes aspectos relacionados à concessão dos aeródromos, através de relatórios sobre estudos de mercado, de engenharia, ambientais e avaliação econômico-financeira dos equipamentos.
Entre as exigências para participar do edital está experiência na realização de projetos, levantamentos, investigações ou estudos técnicos similares. Podem participar pessoas físicas ou jurídicas e o prazo de credenciamento vai até o dia 29 de outubro. Já o prazo para a elaboração e apresentação do trabalho à Comissão Especial de Avaliação e Seleção será de 120 dias.

Segundo a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado, Fernandha Batista, o objetivo do estudo é fazer com que voos comerciais cheguem aos aeródromos. “Estamos tentando buscar voos comerciais para o de Caruaru e Serra Talhada, já que Noronha já tem um contrato de concessão, estamos buscando otimizar esses serviços aéreos no Estado e dar qualidade”, contou Fernandha.

Para o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Estado, Marcelo Bruto, o edital é um passo para iniciar no próximo ano alguma parceria com empresa privada para administração dos equipamentos. “Fizemos um estudo e tomamos uma decisão para uma concessão ou uma parceria público-privada nesses três aeroportos. Serão desenvolvidos estudos para que depois tenha a concessão, e a licitação desses aeródromos. Esse edital é para ver o modelo de negócio e como seria melhor para administrar”, destacou.

De acordo com o secretário, até fevereiro do próximo ano deverá ser tomada a decisão sobre os estudos e se o melhor modelo de concessão será em bloco ou individual. “Esperamos a primeira quinzena de novembro para receber, e até fevereiro tomamos a decisão. A expectativa é de que no primeiro semestre do ano que vem tomar a decisão, e seguir adiante para no próximo ano, atrair um parceiro privado para a gestão desses aeródromos”, finalizou Marcelo.

Da Folhda de PE

Comentários

Desenvolvido por: