Policial

Presos fogem de penitenciária em Boa Vista

Por: em 19/10/2018 às 20h50 atualizado em 19/10/2018 às 20h50

Quatro presos fugiram da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC), em Boa Vista (RR). A fuga ocorreu na madrugada desta quinta-feira (18) e foi confirmada hoje (19), pela Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc). Em 2017, uma rebelião na penitenciária resultou na morte de 33 presos.

Ainda de acordo com a secretaria, guardas flagraram cinco detentos que cumprem pena em regime fechado escapando por um buraco na muralha do presídio. Um policial militar chegou a efetuar um disparo de advertência, mas quatro dos apenados conseguiram escalar a tela de proteção que cerca a muralha. O quinto preso quebrou a perna ao saltar da cerca e foi recapturado.

Policiais continuam as buscas para tentar recapturar os quatro fugitivos, cujos nomes não foram divulgados.

No último sábado (13), a Sejuc e a Polícia Militar revelou ter identificado um plano de fuga de presos da mesma penitenciária e realizaram, com a ajuda do Departamento do Sistema Penitenciário, uma ação no interior da unidade. No mesmo dia, horas mais tarde, o corpo de um preso morto foi encontrado. As causas da morte estão sendo investigadas.

Em agosto deste ano, uma comissão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vistoriou a penitenciária. Ao fim da inspeção, o presidente da entidade, Cláudio Lamachia, disse que a unidade podia se tornar palco da “próxima grande tragédia nacional” caso as autoridades brasileiras não dediquem “atenção prioritária” ao sistema prisional do estado.

Classificando a situação como “preocupante”, Lamachia defendeu que a situação exige ações conjuntas entre os governos federal e estadual. “As autoridades precisam pedir permissão para os líderes das facções criminosas para cumprirem suas funções mais elementares como levar detentos a audiências ou cumprir alvarás de soltura, assim como quando os advogados precisam ter acesso a seus clientes. Ou seja: a penitenciária de Monte Cristo é uma bomba relógio prestes a explodir enquanto as autoridades fazem um jogo de empurra-empurra”, declarou o presidente da OAB.

Em janeiro do ano passado, a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo foi palco de uma grande rebelião que deixou 33 detentos mortos.

Comentários

Desenvolvido por: