Entretenimento

Conselho de Enfermagem repudia música de Naiara Azevedo: “que a rapariga não seja enfermeira”

Por: em 22/10/2019 às 08h54 atualizado em 22/10/2019 às 11h00

Em cerca de 14 horas, a cantora Gil Mendes viu o novo clipe do seu DVD acumular quase 50 mil visualizações em seu canal oficial do YouTube. A produção da música ‘Boqueira’ conta com a participação da sertaneja Naiara Azevedo, mas o sucesso de views é graças a uma polêmica junto ao Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB).

Segundo as informações, o órgão emitiu uma nota de repúdio à música composta por Dyeguinho Silva e cantada pela dupla. O motivo é que em determinado momento, a letra da canção diz: “o meu desejo é que ele pegue uma boqueira / e que a rapariga não seja enfermeira”, o que foi suficiente para mobilização da classe.

Na nota, o conselho “manifesta seu profundo repúdio ao conteúdo da música cantada por Gil Mendes e Naiara Azevedo, de nome Boqueira”, por se utilizar “da palavra ‘enfermeira’ associando a profissão a uma imagem pejorativa”. “A letra da música reduz o trabalho realizado pelas profissionais de enfermagem, incitando o preconceito contra as enfermeiras”, prossegue a nota.

“Não se pode admitir que, sob o manto da liberdade de expressão, as pessoas se utilizem deste tipo de manifestação de pensamento que ofende publicamente uma coletividade de mulheres enfermeiras”, continua. Por fim, o Conselho de enfermagem da Paraíba faz acusações sobre a letra, afirmando que a música “reforça uma cultura machista e misógina perpetrada no Brasil por muitos anos”.

Comentários

Desenvolvido por: