Notícias

14 das 27 capitais do Brasil tem saldo positivo de emprego

Por: em 08/10/2019 às 16h50 atualizado em 08/10/2019 às 16h50

Mais da metade das capitais brasileiras já vivencia a retomada do emprego formal. Nos oito primeiros meses do ano, o saldo de vagas com carteira assinada foi positivo em 14 cidades, considerando os 25 estados e o Distrito Federal. A informação foi levantada pela consultoria Tendências, a pedido do GLOBO.

A recuperação do mercado de trabalho tem seu maior entrave no Nordeste do país — onde oito das nove capitais registraram mais fechamentos do que criação de vagas no período — e em dois estados que enfrentam grave crise fiscal: Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

No primeiro, a capital, Porto Alegre, teve um saldo de 2.385 postos formais fechados. Já a capital fluminense perdeu 8.072 empregos com carteira, ficando em último lugar no país.

Também registraram fechamento de vagas formais Florianópolis, em Santa Catarina, e duas capitais da Região Norte: Belém do Pará e Macapá, no Amapá.

Na outra ponta do ranking aparece São Paulo. A cidade gerou 58.889 empregos com carteira assinada. Em seguida vem Belo Horizonte, com a criação de 17.085 postos.

Efeito da crise: Bolsa família cresce em cidades ricas

O caso que mais chama atenção é o do comércio: até agosto, a cidade teve um saldo de 8.645 postos formais fechados. O segundo setor com mais vagas encerradas foi a indústria: 2.031 postos. A construção ficou perto da estabilidade, com saldo negativo de 42 vagas, ao passo que as atividades ligadas à agricultura registraram fechamento de 128 postos. O único setor que teve resultado positivo foi o de serviços, que gerou 2.774 empregos.

Comentários

Desenvolvido por: