Notícias Sertão

Funcionários denunciam presidente da Câmara de São José do Egito

Segundo funcionários, o presidente da Câmara só teria pago até o momento o 13º salário, estando em aberto o mês de dezembro de 2021.

Por: em 14/01/2022 às 12h51 atualizado em 14/01/2022 às 12h51

O Ministério Público e o Tribunal de Contas começaram a investigar o presidente da Câmara de Vereadores de São José do Egito, João de Maria, por não ter pago os salários do mês de dezembro dos assessores da câmara. As informações são do Blog Nill Jr.

De acordo com os funcionários, o presidente João de Maria só teria pago até o momento o 13º salário, estando em aberto o mês de dezembro de 2021.

“Já tomamos conhecimento que a Câmara recebeu quase R$ 3 milhões em 2021, e o presidente falou em reunião que não tinha dinheiro para pagar o mês de dezembro”, afirmou um funcionário da câmara.

Todos nós trabalhamos o mês de dezembro até o dia 20, não recebemos dezembro, e depois descobrimos que fomos demitidos porque não tinha dinheiro para pagar dezembro”, afirmou outro servidor.

O caso encontra-se sob sigilo de justiça. Diversos funcionários já foram ouvidos pelo Ministério Público, inclusive, gravações e cópias de contracheques já foram juntados ao processo, que poderá ensejar cassação do presidente da câmara.

Leia também:

Comentários

Desenvolvido por: