Notícias

Belmonte: ‘Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço’

Opinião de um Cidadão Belmontense.

Por: em 27/04/2020 às 05h00 atualizado em 26/04/2020 às 22h14

Leia a opinião de um cidadão belmontense sobre as ações da cidade.

“Em tempo de combate a Pandemia do Coronavírus, São José do Belmonte, a Terra de Dom Sebastião Mariano continua sendo sinônimo de muito desrespeito as determinações da OMS, Ministério da Saúde, do Ministério Público, as determinações do Governo de Pernambuco e desrespeito aos cidadãos da Terra da Pedra do Reino, por parte daquele que se autointitula representante do povo.

Primeiro, tem-se gastado linhas em noticiar uma barreira sanitária, que funciona apenas em horário comercial, sem estrutura alguma de aporte sanitário, tendo em vista a falta de recursos técnicos e equipamentos de testagem; quem ali trabalha, trabalha por amor e dedicação a população belmontense.

E talvez, esta seja a única entrada para o município ou não se sabe que São Jose do Belmonte, faz divisa com o Ceará e a Paraíba? Que a entrada do município são os distritos vindo do ceará? Do Carmo e o Distrito do Bom Nome?

No dia 22 de Abril de 2020, mas um decreto de Dom Prefeito , decretou o uso obrigatório de máscaras no município a partir do dia 25 de abril, onde toda a população do mais humilde ao mais abastardo deveria fazer uma ou mesmo adquirir este equipamento de proteção, é claro o exemplo deveria ter partido dele, mas no decreto deve ter letras minúsculas que os cidadãos não conseguiram ler dizendo que ele manda mas não cumpre.

No dia 26 de abril, num blog da cidade foi publicado uma matéria onde o Prefeito de Cabrobó visitou nosso município, onde descumpre todas as recomendações dos órgãos de saúde, e parece que a barreira sanitária não explicou ou talvez não estivesse ninguém para fazer a abordagem ao veiculo do Sr. prefeito e orientá-lo sobre uso obrigatório de máscara e o distanciamento de pelo menos um metro de outras pessoas, cumprindo inclusive o que é recomendado pelo Governo de Pernambuco e todos os órgãos de saúde.

O que se ver na reportagem é o total desprezo pelas recomendações de saúde, um mal exemplo que pode estimular pessoas a banalizarem a situação preocupante e extremamente sensível que estamos passando. O Dom prefeito e seus amigos não faziam uso de mascaras, procuraram demonstrar que não existe distância para ser considerada.

Não foi a primeira vez, desde que começou as recomendações de saúde e dos órgãos de controle que o nobre faz questão de afrontar a todos, falta bom senso e ao menos respeito a sua própria secretária de saúde, ela mesmo advertiu os cidadãos durante uma entrevista em uma rádio local, inclusive foi taxativa quando disse que o município não estava preparado para esta pandemia, a pergunta que se faz é: Pra que serve as recomendações da secretária de saúde no município? Só para os comerciantes e população em geral?

Sabemos que todas as autoridades públicas devem além de manter as normas sanitárias vigentes, devem dar bons exemplos a população, pois talvez muitos ao agirem assim podem vir a sobrecarregar o sistema de saúde local, não são NOBRES, não terão talvez as mesmas chances.

Sem contar que a recomendação é usar vídeo conferências, ninguém precisa conversar tão perto.

Fica o alerta da ciência, da OMS, do Governo de Pernambuco, do Ministério Público, da Secretária de Saúde, de todos que querem seu bem cidadão: Fique em casa, só saia se for imprescindível, use máscara, e lave bem as mãos.

Não siga o Dom Prefeito e seu principal pensamento: Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço, se não eu uso o poder pra te perseguir, fechar e prender….”

Comentários

Desenvolvido por: