Brasil - Mundo Notícias

Bolsonaro é acusado em Haia por genocídio e crime contra humanidade

Bolsonaro é alvo de outras representações criminais na Corte sediada em Haia

Por: em 27/07/2020 às 14h39 atualizado em 27/07/2020 às 14h59

Uma coalizão coordenada pela liderança da Rede Sindical UniSaúde entregou uma representação criminal contra o presidente Jair Bolsonaro neste domingo (26).

O pedido apresentado ao TPI (Tribunal Penal Internacional) aponta “falhas graves e mortais na condução da pandemia de covid-19”.

Os profissionais afirmam que o presidente não segue as recomendações do Ministério da Saúde e que age de forma irresponsável ao incentivar o uso de cloroquina para tratar a covid-19.

O documento é endereçado à procuradora-chefe da Corte, Fatou Bensouda. De acordo com o jornal El País, mais de 60 grupos assinaram a ação. O pedido ainda precisa ser analisado e aceito.

Comentários

Desenvolvido por: