Notícias Política

Debate entre candidatos gera muitas ‘farpas’ em Serra Talhada

Por: em 17/10/2020 às 15h12 atualizado em 17/10/2020 às 15h21

Na manhã deste sábado (17), aconteceu mais um debate dos candidatos à Prefeitura de Serra Talhada. Desta vez, realizado pela Rádio Cultura FM (92,9).

Durante o evento, várias farpas aconteceram, a começar com Victor Oliveira: “Me taxam de agressivo ou inexperiente porque não podem me taxar de ladrão”. Além disso, ele ainda cobrou obras inacabadas a Marcia, citando Samu, Pereirão e outras obras.

Entretanto, a petista rebateu ao fizer que Victor passou muito tempo fazendo cooper em Boa Viagem ou com seus “brothers”. Marquinhos condenou a briga entre os candidatos.

Entre os candidatos Marquinhos Oliveira e Socorro de Carlos Evandro o clima também esquentou. Socorro Brito disse a Marquinhos Dantas não ter apadrinhamento político. Já Marquinhos disse que, com base em quem fica à frente da rádio esperando, os grupos se dividem entre quem é apadrinhado e quem quer ser. “Matam até pai e mãe por isso”.

Márcia contra Victor: Conrado questionou se foi falta de compromisso ou má intenção o concurso anulado na gestão Carlis. Victor disse que a gestão que ela defende era cheia de questionamentos. Defendeu concurso público e disse que hoje e ontem foram feitas contratações por indicações políticas. “Tem um monte de gente que nem expediente dá”. Márcia: “Realizamos dois concursos limpos e sem irregularidades. Eles respondem por mais de 50% dos atuais servidores. Você critica e não prova nada”. Victor disse que tem como provar e que Luciano Duque deixou de repassar milhões pra previdência.

Nas considerações finais, Victor Oliveira pediu Direito de Resposta por Socorro tê-la acusado de divulgar fake news contra ela e perder duas vezes na justiça. Formou-se um debate mais áspero entre advogados e a assessoria. O pedido foi negado. Com informações do Blog do Nill Jr.

Comentários

Desenvolvido por: