Pernambuco

Eduardo Campos recruta um time de pesos pesados em comunicação de olho em 2014

Por: em 21/04/2013 às 12h17 atualizado em 22/04/2013 às 01h11

Maior arma de uma disputa eleitoral, responsável por vitórias marcantes e derrotas inesquecíveis, a comunicação é a alma de qualquer campanha. Experiente que é em disputas majoritárias, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), está se cercando de profissionais especialistas nas mais diversas áreas da comunicação para enfrentar a presidente Dilma Rousseff (PT) nas urnas.

Ciente de que o jogo está começando antecipado em mais de um ano, o pernambucano articula a montagem de um quartel-general de comunicação. A ideia é monitorar as ações do governo petista, o que amplia a possibilidade de explorar as falhas cometidas pela presidente Dilma Rousseff (PT), bem como sua relação com os partidos da base, que o governador julga desgastada. Pescar os insatisfeitos é a meta do momento estabelecida pelo presidenciável socialista.

Do escritório também será possível avaliar quais são os momentos mais oportunos para que o governador desembarque em Brasília e apareça destacando sempre posições que gerem ainda mais alvoroço na coalizão comandada por Dilma Rousseff. No comando das estratégias de comunicação estão perfis diferenciados de profissionais que já trabalham com o governador e têm inserção no cenário nacional. (JC)

Comentários

Desenvolvido por: