Notícias

Pesqueira: professora é condenada a 26 anos por tentar matar 4 pessoas

Por: em 01/05/2013 às 12h12 atualizado em 01/05/2013 às 12h14

 A professora Cecília Maria da Silva (53 anos) foi condenada a 26 anos e 8 meses de reclusão por tentativa de homicídio contra quatro pessoas, entre elas uma criança de quatro anos à época. Segundo a condenação, a intenção da acusada era matar a criança, mas as vítimas sobreviveram. O julgamento ocorreu no Tribunal do Júri de Pesqueira, município do Agreste.

O crime ocorreu em Pesqueira, no dia 18 de agosto de 2006, quando a ré contratou o motoqueiro Erivaldo da Silva Moura (26 anos) para fazer a entrega de uma bolsa plástica contendo alimentos envenenados às vitimas, afirmando ser presente de Marcos Veríssimo Galindo (pai da criança), com quem a ré mantinha relacionamento. Na ocasião, quatro pessoas passaram mal: a criança, a mãe da criança, a avó e o tio. Com a repercussão na mídia, o motoqueiro resolveu se apresentar na delegacia confessando sua participação e de Cecília. O processo de Erivaldo ocorre desmembrado do da professora, sem data prevista para julgamento.

Durante o julgamento, o promotor de Justiça Leôncio Tavares insistiu na condenação pelo crime de tentativa de homicídio praticado contra a criança (com dolo na modalidade direta, alvo principal), a mãe da criança, a avó e o tio (dolo na modalidade eventual, assumindo o risco de produzir o resultado em outras pessoas). Já a defesa, procurou convencer que a ré não concorreu para o envenenamento das vítimas e caso não fosse absolvida da acusação, que o Conselho de Sentença rejeitasse a responsabilidade de ter assumido o risco em relação às outras três vítimas. (DP)

Comentários

Desenvolvido por: