Esportes Notícias

Espanhol campeão do mundo no atletismo em 1964 morre infectado por coronavírus

Francisco Aritmendi é o terceiro ex-corredor da Espanha a morrer em função do Covid-19

Por: em 15/04/2020 às 07h00 atualizado em 15/04/2020 às 08h25

A Espanha perdeu mais um nome famoso do atletismo em decorrência do coronavírus. Depois de Santiago Llorente, vice-campeão mundial de cross-country júnior em 1977, e de Vicente de la Parte, medalhista de bronze no Mundial de 1975, agora foi a vez de Francisco Aritmendi. Aos 81 anos, o ex-corredor não resistiu às complicações causadas pelo vírus, falecendo no último domingo.

Quarto lugar nos 5.000m dos Jogos Olímpicos de Tóquio 1964, ele viveu o ápice naquele mesmo ano, quando foi campeão mundial cross-country em Dublin, na Irlanda.

– Ele sempre será um dos grandes nomes da história do nosso atletismo. Descanse em paz, Francisco Aritmendi. Da RFEA, queremos enviar nossas mais sinceras condolências a sua família e amigos – disse a Real Federação Espanhola de Atletismo em uma postagem no Twitter.

Com 17.448 casos de Covid-19 confirmados até o momento, a Espanha regista 18.150 mortes em função do vírus até a tarde desta terça-feira.

As informações são do Globo Esporte

Comentários

Desenvolvido por: