Notícias Pernambuco

Futuro de PE depende de continuidade das parcerias com o governo federal

Por: em 23/11/2013 às 20h02 atualizado em 23/11/2013 às 20h02

9425

Acompanhado de lideranças do Sertão do São Francisco, o senador Armando Monteiro (PTB) esteve em Petrolina, Afrânio e Dormentes nessa sexta-feira (22) e sábado (23) para reuniões de trabalho em dez municípios. Durante entrevistas a rádios e blogs locais, ele falou do desafio que Pernambuco tem de manter seu crescimento econômico nos próximos anos, além de levar o desenvolvimento para todas as regiões do Estado.

“Nós temos que olhar para o futuro com confiança, mas temos ainda muito o que fazer. E só faremos essas transformações e só consolidaremos esse processo de crescimento se tivermos a capacidade de trabalhar muito, de construir alianças e de poder apresentar para Pernambuco uma nova agenda para os próximos anos”, ressaltou.

Em um discurso de contraponto ao governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB), o senador avaliou que o futuro de Pernambuco depende em grande medida da continuidade das parcerias com o governo federal, principal financiador das obras mais importantes em curso no Estado hoje.

Armando Monteiro avalia que é fundamental garantir os investimentos em projetos estruturadores, como o Canal do Sertão, a Transposição do São Francisco, o Arco Metropolitano, entre outros, além de ampliar a qualificação profissional dos trabalhadores por meio de programas como o Pronatec.

Com essas parcerias, acrescentou, é possível reduzir as desigualdades sociais do Estado. “O sertanejo tem um terço da renda do pernambucano da área metropolitana. Ou seja, nós ainda temos desníveis de renda em Pernambuco que não se corrigiram ao longo dos anos. Portanto, há muito o que caminhar ainda. Pernambuco tem muito trabalho pela frente”, disse.

Comentários

Desenvolvido por: