Pernambuco

Governo de PE não quer que professores participem da paralisação nacional

Por: em 23/04/2013 às 01h12 atualizado em 23/04/2013 às 01h12

edu1

Secretário Ricardo Dantas, não quer paralisação (Foto: Bernardo Soares/JC Imagem)

A Secretaria Estadual de Educação (SEE) de Pernambuco não quer que os professores da rede estadual participem da paralisação nacional da classe, a Greve Nacional da Educação, que acontece entre esta terça (22) e quinta-feira (24).

Enquanto o Sindicato dos Trabalhadores da Educação e Pernambuco (Sintepe) espera que a mobilização tenha adesão de 90% da categoria, a SEE afirma que as escolas estaduais funcionarão normalmente e os profissionais do magistério que faltarem terão descontadas as faltas “sem a possibilidade de compensação”.

A SEE argumenta que “Pernambuco é um dos poucos estados que vem pagando o piso nacional dos professores para todos os docentes da rede” e que o estado está “investindo amplamente na educação”.

“O Governo do Estado trabalha pela busca contínua de uma remuneração cada vez melhor para os servidores da educação e acredita que é preciso zelar pela missão de educar nossos jovens. A atitude de tentar paralisar as aulas por três dias vai contra ests missão”, critica.

A SEE entende que existem outras alternativas capazes de atingir o fim proposto pela categoria e trazer à tona discussões pertinentes sobre a temática.

Na manhã desta segunda (22) o Sindicato recebeu diversas denúncias de que a Secretaria Estadual de Educação estaria pressionando os diretores das escolas para que esses coagissem os professores a não aderirem à greve. Contudo, o presidente do Sintepe, Heleno Araújo, assegurou que, caso o governo decida pelo corte do ponto, a representação sindical vai acionar o Ministério Público do Trabalho.

“Os alunos têm direito a 200 dias letivos. Se a Secretaria de Educação optar pelo corte, automaticamente, não poderemos repor às aulas. Com isso, vamos acionar o MPT, para que a lei seja cumprida e os alunos não sejam prejudicados”, garantiu. (NE10)

Comentários

Desenvolvido por: