Brasil - Mundo

Ingressos para Black Sabbath no Brasil custam de R$ 180 a R$ 600

Por: em 02/05/2013 às 18h27 atualizado em 02/05/2013 às 18h27

tony-e-ozzy

Foram anunciados mais detalhes dos três shows do Black Sabbath no Brasil em outubro. As apresentações serão realizadas em São Paulo, Rio e Porto Alegre. Os preços dos ingressos variam de R$ 180 a R$ 600. A venda de entradas começa na segunda-feira (6), a partir de 0h01, pela internet (www.ticketsforfun.com.br). Ingressos podem ser comprados em bilheterias e postos de venda, a partir de 10h; e de 9h, por telefone (4003-5588)

A apresentação em Porto Alegre está marcada para o dia 9, no Estacionamento da FIERGS. O local tem capacidade para 30 mil pessoas. Os ingressos custam R$ 500 (pista premium), R$ 180 (pista lote 1), R$ 200 (pista lote 2) e R$ 220 (pista lote 3). Na etapa gaúcha da turnê, estudante tem 20% de desconto e idoso tem 50%. Nos dias 6 e 7 de maio, a bilheteria do show é a do Estádio Olímpico (Avenida Doutor Carlos Barbosa, 1, Azenha). Depois, a venda será no Multisom (Rua dos Andradas, 1001, Centro), das 11h às 19h.

O show em São Paulo, no dia 11, será no Campo de Marte. As entradas custam R$ 600 (pista premium) e R$ 300 (pista), com meia-entrada para estudantes e idosos. É esperado um público de até 70 mil pessoas. A bilheteria oficial abre às 10h, no Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17.955).

O Black Sabbath fecha a passagem pelo Brasil no Rio, na Praça da Apoteose, que pode receber até 35 mil fãs. Os ingressos custam R$ 600 (pista premium) e R$ 300 (pista e arquibancada). Há meia-entrada. As vendas acontecem por telefone, internet e no Citibank Hall, das 12h às 20h (Av. Ayrton Senna, 3000 – Shopping Via Parque). Veja também os postos de venda para compra de ingressos.

A banda que vem ao Brasil hoje é formada por Ozzy Osbourne (vocal), Tony Iommi (guitarra) e Geezer Butler (baixo). O novo disco do grupo, o primeiro desde 1978 com três dos quatro membros da formação original, se chama “13” e chega às lojas em junho.

O grupo virá ao Brasil para cantar músicas de sua carreira e as novas canções do 19º disco da banda. Na gravação de “13”, realizada na maior parte em Los Angeles, participaram Ozzy, Iommi e Butler.
Juntos, o trio não entrava em estúdio desde “Never Say Die!”, de 1978. O grupo vendeu mais de 70 milhões de álbuns ao longo da carreira. A produção foi de Rick Rubin e o baterista escolhido foi Brad Wilk, do Rage Against the Machine. Ele substituiu Bill Ward, único membro da formação original fora das gravações e da turnê. Ward explicou que não foi capaz de chegar a um acordo com os demais músicos.(G1)

Comentários

Desenvolvido por: