Notícias Pernambuco

“Não vamos nos intimidar com pressão”, diz Eduardo Campos

Por: em 12/05/2013 às 19h45 atualizado em 12/05/2013 às 19h45

Em Goiás, Eduardo filia empresário Vanderlan Cardoso (camisa listrada) com apoio de Ronaldo Caiado (camisa azul), do DEM. Foto: Humberto Pradera/Divulgação

Em Goiás, Eduardo filia empresário Vanderlan Cardoso (camisa listrada) com apoio de Ronaldo Caiado (camisa azul), do DEM. Foto: Humberto Pradera/Divulgação

Dois dias depois de o ex-presidente Lula ter dito que Eduardo Campos poderia desistir da candidatura, o governador pernambucano montou palanque para o PSB disputar o governo de Goiás. Ele filiou ao partido o empresário Vanderlan Cardoso, em ato que contou com a participação do líder do Democratas (DEM) na Câmara, Ronaldo Caiado, de dois ex-governadores (Alcides Rodrigues, GO, e Carlos Gaguim, TO) e de representantes do PDT, PRP, PP e PSC.

O evento aconteceu na manhã deste sábado, na Câmara Municipal de Goiânia. Vanderlan foi candidato ao governo goiano em 2010, ficando em 3º lugar, com 16,62% dos votos. O eleito foi Marconi Perillo, que derrotou Íris Rezende (PMDB) no segunto turno. O empresário tenta construir uma “terceira via” em Goiás, estado politicamente polarizado entre PMDB e PSDB. Até então a principal liderança do PSB em Goiás era o também empresário Júnior do Friboi, que deixou a legenda e migrou para o PMDB.

Em seu discurso Eduardo disse que sua candidatura ao governo de Pernambuco em 2006 foi parecida com a que Vanderlan fará em 2014. “Andei de rua em rua, andei de calçada em calçada. Não afrontamos ninguém, mas também não tivemos medo do desafio e assim conquistamos a maior vitória política da história de Pernambuco até aquela data”, afirmou.

O governador pernambucano disse ainda que tem consciência de que muita coisa foi feita por todos os governos neste século. “Conquistamos a estabilidade econômica e incluímos, no governo do presidente Lula, milhões de brasileiros na esfera da produção e do consumo. Mas precisamos ter a humildade de dizer que ainda há muito a fazer e termos a coragem de fazer o debate sem se intimidar com nenhum tipo de pressão”, pontuou.

Ao se apresentar aos novos companheiros de partido, Vanderlan Cardoso contou que tem em Eduardo Campos como um exemplo. “Quero me comprometer com o povo de Goiás a implantar no meu estado uma administração com os mesmos valores e a mesma forma de trabalhar que fizeram de Pernambuco um exemplo para o pais”, disse.

O novo líderdo PSB goiano destacou que cumpre a diretriz do PSB de não colocar em pauta a sucessão presidencial de 2014, mas ressalvou  que  “é cada vez maior o número de pessoas, de todas as classes sociais e de todas as faixas etárias, que se dispõem a cair em campo para ajudar o Brasil a ter um governante com a competência de Eduardo Campos”.

Comentários

Desenvolvido por: