Notícias

Comando do 5°BPM fala sobre aumento de homicídios em Petrolina

Por: em 22/04/2013 às 18h08 atualizado em 22/04/2013 às 18h13

tencelteles

Os números da violência em Petrolina subiram no mês de abril. Até agora foram registrados dez homicídios – quatro a mais do que a média registrada pela Polícia Militar, de seis homicídios por mês.

No entanto, o comandante do 5° BPM, coronel Ailton Teles, fez questão de ressaltar, em entrevista à Maria Lima na manhã de hoje (22), na Ponte FM, que a população petrolinense não tem com o que se preocupar.

Ele justificou que os dados não são uma realidade duradoura e elencou alguns fatores para o aumento desse número. Segundo o comandante, dos 34 homicídios ocorridos neste ano, a maior parte foi por proximidade – ou seja, oriundo de brigas domésticas ou discussões entre conhecidos, motivadas, principalmente, por ingestão de bebida alcóolica. Coronel Teles informou também que outros casos têm ligação com o tráfico de drogas.

O comandante do 5° BPM também destacou que a violência na cidade tem relação, num menor percentual, ao fato de Petrolina absorver um contingente grande de pessoas que deixam a zona rural e outras cidades da região, ou até de outras cidades, e vem para a área urbana na expectativa de melhorarem sua situação econômica. Muitas, porém, não conseguem emprego e acabam, de alguma forma, enveredando pela criminalidade.

Comentários

Desenvolvido por: