Notícias Pernambuco

Pernambuco já adquiriu dois pacotes de ‘sementes misteriosas’ da Ásia

Por: em 07/10/2020 às 16h14 atualizado em 07/10/2020 às 16h16

No mínimo dois dos pacotes de “sementes misteriosas” não pedidos chegados de países asiáticos pelos Correios foram reconhecidos e localizados em Pernambuco. A informação foi certificada à Folha de Pernambuco pela Superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Estado, nesta quarta-feira (07).

O primeiro pacote foi encontrado na cidade de Águas Belas, no Agreste, há cerca de 20 dias. Já o segundo, encontrado nesta quarta, veio de um morador de Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), que atentou as autoridades agropecuárias.

Quem adquirir as sementes não solicitadas pode entrar em contato com a Superintendência de Agricultura no Estado, por meio dos telefones (81) 3236-8500/8534/8510/8511/8540 ou via e-mail [email protected] O órgão assumiu a responsabilidade para buscar as amostras. Caso o cidadão prefira, pode ir até uma das sedes do órgão no Recife (avenida General San Martin, 1000, Cordeiro); ou no interior do Estado, em Garanhuns, no Agreste (praça dr. Manoel Jardim), e em Petrolina (Centro de Convenções).

As análises reconheceram ácaro vivo em uma das amostras e três fungos diversos em outras 25, além de bactérias em duas e pragas quarentenárias (plantas daninhas ou que não existem no Brasil) em quatro. A investigação da composição das sementes é realizada pelo Laboratório de Defesa de Agropecuária, em Goiás, considerado referência no País. As amostras de Pernambuco ainda não foram processadas e , até o momento, não é possível saber o que contêm. Os resultados devem sair em no máximo 20 dias.

Quem receber as sementes não deve abrir a encomenda e nem plantar, de acordo com o que destaca Carlos Ramalho. “O perigo maior que desperta mais preocupação é justamente para não abrir esse pacote. Se não solicitou, não abra porque não temos ideia do que está vindo”, ressaltou. Via: Folha de Pernambuco

Comentários

Desenvolvido por: