Notícias Policial

Pesquisa Eleitoral vira caso de polícia em Petrolândia

Entenda o caso!

Por: em 21/09/2020 às 14h52 atualizado em 21/09/2020 às 14h53

Além das fake news, o uso indiscriminado de recursos das redes sociais para a realização de enquetes políticas sem nenhum suporte legal tem-se tornado uma arma perigosa nas mãos de candidatos inescrupulosos e causado prejuízos aos que respeitam a lei.

No Sertão Pernambucano, em Petrolândia, a ação de um desses sistemas virtuais irregulares de manipulação de supostas pesquisas eleitorais, tornou-se explicitamente ilegal.

Um perfil na rede social Instagram denominado “Petrolândia Enquete” (inicialmente, @petro_enquete e depois denominado @petro_enquete_oficial) está sendo investigado pela delegacia local sob a acusação de cometer crimes eleitorais, cibernéticos, civis e penais.

Além disso, a Representação Criminal, apresentada por Dr. João Lopes, candidato do PT a prefeito de Petrolândia, documento que integra o TCO – Termo Circunstanciado de Ocorrência, do inquérito da investigação policial, vai direto ao ponto.

“…o perfil no Instagram ‘Petrolândia Enquete’ se utiliza da sua rede social para divulgar informações de cunho político aos cidadãos de Petrolândia. Além do mais, observa-se que é um perfil anônimo no Instagram, o que impede a identificação do administrador da página. O perfil em questão difunde notícias falsas que maculam a imagem e a honra do noticiante. Além disso, como o perfil tem cunho eleitoral, ao divulgar notícias inverídicas consegue macular o nome de forma grave, ao ponto de as postagens influenciarem o eleitorado de Petrolândia”.

Segudo o Blog de Edmar Lyra, o delegado de Petrolândia, Roberto Fonseca de Oliveira, intimou três suspeitos de envolvimento no crime: Ednilson Barbosa da Silva, Pedro Jeferson Araújo da Silva e Herykeles Arlalan dos Santos.

Este último envolvido, Herykeles, já foi interrogado pelo delegado e é figura-chave na investigação da Petro_enquete: ele é diretamente ligado ao também candidato a prefeito de Petrolândia, Fabiano Marques (PTB).

A polícia investiga as “coincidências”. Primeiro, há diversas fotos em redes sociais revelando que Herykeles faz campanha para Fabiano Marques. Nesta pré-campanha de 2020, Herykeles aparece com frequência nas lives semanais realizadas por Fabiano.

Por fim, todas as “pesquisas” apresentadas pela Petro_enquete beneficiam explicitamente o candidato Fabiano Marques, colocando o petebista sempre com percentuais absurdos e muito à frente dos demais candidatos. Fica por conta de a Polícia investigar e a Justiça atuar com firmeza para que os culpados dos crimes eleitorais, cibernéticos, civis e penais sejam devidamente punidos.

Comentários

Desenvolvido por: