Sertão

Secretário de Administração de Floresta é afastado por decisão judicial

Por: em 24/04/2013 às 12h43 atualizado em 24/04/2013 às 12h43

Acusado de peculato (desvio de dinheiro público), o secretário de Administração de Floresta, Fernando Cavalcanti Ribeiro, foi afastado na última segunda-feira (22) de sua função na administração pública por determinação do Juiz de Direito em exercício cumulativo, Marcus César Sarmento Gadelha.
O magistrado atendeu representação do Ministério Público do Estado de Pernambuco, que acusa o secretário de se apropriar indevidamente de parte de uma verba indenizatória paga pelo Município de Floresta à senhora Olímpia Nogueira Ferraz da Silva.
Segundo o processo enviado à nossa redação, Fernando teria feito três depósitos em sua conta no Banco do Brasil, entre os meses de agosto e setembro de 2009, em valores que vão de R$ 8 mil a R$ 11 mil.
O secretário admitiu os depósitos em sua conta, mas defende-se, alegando que as transações foram feitas pela própria Olímpia Nogueira, destinadas ao pagamento de honorários por serviços advocatícios. Contudo, o Ministério Público ressalta que constitui improbidade administrativa, importando enriquecimento Ilícito, auferir qualquer tipo de vantagem patrimonial indevida em razão de cargo público.

Comentários

Desenvolvido por: