Notícias

Serra Talhada: Vereadores cobram estradas da Zona Rural

Foram suspensas muitas autorizações para as pessoas de fora terem acesso à Câmara.

Por: em 18/06/2020 às 10h24 atualizado em 18/06/2020 às 10h24

Mais uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Vereadores de Serra Talhada traz as estradas do município para o debate. André Maio, iniciou o assunto pedindo pelas estradas de Água Branca e lembrando da responsabilidade municipal em manter as estradas trafegáveis.

“A situação das estradas é muito triste. Sabemos que com as chuvas a situação agrava, ainda mais, e nós ficamos felizes pelas chuvas, mas o atoleiro é grande e não é favor nenhum do município restaurar essas estradas, é um direito do povo, que paga seus impostos e querem ter direito de se locomoverem”, disse André Maio.

Aproveitando o tema, Rosimério de Cuca pediu ao prefeito que liberasse por dois dias as máquinas para que fosse finalizada a estrada de Caiçarinha a Tauapiranga. “Eu mesmo acompanho o serviço, só preciso das máquinas por dois ou três dias e a gente já tira as pessoas daquela região do sufoco”.

Já o vereador José Raimundo agradeceu ao governo do estado pelo serviço de tapa buraco na PE-365. “Apesar de não ser o que foi combinado, mas o tapa buraco naquela estrada ajuda a evitar acidentes com as pessoas que precisam se deslocar até Serra Talhada”.

Teletrabalho – Antes da pandemia, em dias de maior movimento, circulavam em média 2 mil pessoas pelo prédio do legislativo por semana. Para diminuir esse fluxo, foi autorizado o regime de teletrabalho para alguns grupos de servidores e funcionários terceirizados, como os maiores de 60 anos, as gestantes, quem tem doenças que diminuem a imunidade e mães de bebês de até três meses.

“A gente está dando uma demonstração para a sociedade da importância da vida de uma pessoa”, disse Manoel Enfermeiro.

Restrição de acesso – Foram suspensas muitas autorizações para as pessoas de fora terem acesso à Câmara. O acesso só foi mantido em alguns casos, como o de jornalistas e de fornecedores de material e de alimentação.

Sessões – “Com o retorno das sessões, adotamos o espaçamento entre as poltronas, além do uso do termômetro digital na entrada, e os assessores e funcionários estão trabalhando num regime de revezamento, para darmos mais proteção a todos”, explicou o presidente.

Há ainda pias disponíveis no prédio para facilitar a higienização pessoas de quem precisar frequentar a Câmara de Vereadores.

Comentários

Desenvolvido por: