Brasil - Mundo Notícias

STF começou a julgar recurso da AGU para o presidente depor por escrito

Por: em 08/10/2020 às 15h40 atualizado em 08/10/2020 às 15h41

Nesta quinta-feira (08), o Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prestará depoimento de modo falado ou por escrito no inquérito que afere se ele tentou interferir politicamente na Polícia Federal.

A sessão de hoje é a última a ter a participação do ministro Celso de Mello, que se aposentará no dia 13 de outubro.

O processo foi aberto em maio e tem como base, as acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro de que Bolsonaro planejou interferir na PF. O presidente nega que tenha ocorrido qualquer ingerência na corporação.

Ao desligar-se do ministério, no mês de abril, Moro afirmou que havia sofrido pressão para alterar o comando de superintendências da Polícia Federal e para compartilhar relatórios de inteligência da corporação vinda de Bolsonaro. O inquérito que foi aberto no STF investiga se as declarações de Moro são verdadeiras. Via: CNN Brasil

Comentários

Desenvolvido por: